quinta-feira, 10 de fevereiro de 2011

Magrelo

Buenas!!!

E a situação se inverteu.
Me arrependi. É, odeio admitir mas me arrependi.
Ele tem a mesma ladainha de que não quer me ver sofrer e fim!
Sim! Chegou ao fim e eu tenho que entender isso.
Quando um não quer, dois não fazem.
E eu to aqui, entre uma lágrima e outra tentando olhar emails, visitar blogs mas ta dificil.
Não dormi nada essa noite. Levantei as 04:55 e fiquei assistindo televisão.
Vai ser bom pra eu aprender a não agir por impulso.
Por outro lado vejo um pedaço de mim indo embora e eu não posso fazer nada.

Odeio admitir minhas fraquezas, meus fracassos, mas enfim... É só mais um pra minha coleção.

Me sinto muito sozinha... Nem todas as pessoas do mundo conseguiriam suprir minha carência e necessidade dessa pessoa que talvez nem mereça o meu amor.

Tomei uma atitude, tenho que arcar com ela.

Vou ficar bem.

Bjs!

20 comentários:

Michele disse...

Será que vc se arrependeu mesmo ou bateu um medinho? Às vezes a gente confunde. Fica com medo de ficar sozinha. E pelo que li aqui vc não agiu por impulso, ou tô doida? Não deram um tempo, não pensou, passou festas sozinhas, teve o encontro e decidiu? Então. Fim. Que bom! É hora de viver novas experiências, de percorrer novos caminhos. As lembranças boa estarão sempre com vc, não precisa ficar triste pq lembra. Foram momentos bons e continuam sendo, aqueles, os da memória. Força tá. Beijo!

Gabi disse...

Oi

a sensação de vazio perdura e o conforto/comodismo da situação antiga ainda faz falta. Mas não será por muito mais tempo.

Entendo bem essa coisa de não admitir as fraquezas.
Vc escreveu que 'se sente muito sozinha' mas vc está sozinha de verdade?
O que pergunto é: se vc estivesse com alguém, ainda assim não se sentiria sozinha ou solitária?

Pq muitas vezes o outro não supre o que precisamos, pq na verdade, somos nós mesmas que precisamos preencher essa lacuna.

O outro por perto, é só muleta. Traz a falsa sensação de companhia e companheirismo.

Apreciar a nossa própria companhia, é uma coisa muito importante e necessita de pratica constante. Só assim, poderemos ser boas companhias para os outros.

Tenho certeza de que vc não coleciona fracassos. São aprendizados e preste atenção a eles. Se vc continua comentendo os mesmos erros, faça diferente na próxima vez. Pq se não, o aprendizado não te serviu.

bjs

Luana disse...

Volta atrás, mulher!!! que orgulho é esse que vc prefere ficar sofrendo??

Faça mil favores!!! hahahaha

Liga pra ele e marca de sair! Se reconquistem!

Bjooooos

ps.: espero não estar falando do que não sei... =X

Lilian Mayer disse...

Fique bem Rebbeca,
Não é fácil ... estou passando pelo mesmo problema, e tá difícil aqui também, estou tentando não descontar na comida e ontem fui ao cinema com as amiga, mas o problema maior é quando estou em casa sozinha ... bate uma solidão!
bjos,
.: Lilian :.

Rita disse...

Como assim, Magrelin desaforadooooooooooooooo...
Ai Rebequinha, é ruim ver as pessoas chorando, mas desabafa né. Chore td q tiver q chorar, depois vc vai passar, calma q passa!!! Some daqui nao viu! Bjocas

Selma a Cozinheira disse...

Rebecca, eu não sei nem 0,05% da historia que vc teve com seu ex, mas falo isso pela experiencia que tive ano passado quando decidi terminar um relacionamento de 10 anos.Chega uma hora que não suportamos mais tanto comodismo, parece que a coisa empaca e não flui mais como antes.Para um casal é normal conviver entre momentos de alegria e tristeza, existe varios ponteiros a acertar e os dois teem que caminhar juntos para conquistar isso. Porem deve se tomar cuidado e prestar mta atenção para identificar a fina linha do convivio e da conveniencia...pq transformar a vida num marasmo, sem emoção é perda de um valioso tempo...
Num relacionamento estamos sempre em busca do melhor para os dois, e se chegou um ponto que para isso precisa acontecer a separação...paciencia!Chegou a hora de pensar no que cada um fez para que tudo isso tenha acontecido, reconhecer os erros, guardar com grande carinho os momentos bons e seguir em frente!
No inicio da separação é assim, eu não acreditava mas é verdade, o arrependimento parece que vai nos acompanhar pro resto da vida,me sentia mau, sozinha, perdida ( que raios vou fazer sozinha numa cidade que não tenho ninguem?) mas o tempo passa e tudo vai seguindo...evoluindo...e quando menos percebemos a felicidade novamente esta em nós!
Não foi seu erro, não foi precipitação de sua parte...vc seguiu seu coração, no inicio é dificil, vai sentir falta...mas passa!Tudo passa...até uva passa....ai que coisa velha....

Então garota, cabeça erguida, medite (isso é mto importante), chore, pode sentir arrependimento, falta, mas saiba vc vai superar tudo isso!
e no final vc vai ver que foi a melhor coisa para os dois...

desculpe falar tanto é q não tava aguentando ver seus posts tristes falando sobre esse assunto....

bjos

disse...

vai ficar bem sim flor, as vezes nem foi o arrependimento que bateu, foi o medo de ficar sozinha... isso acontece. se cuida e melhoras. um beijo

amanditas.com disse...

Rê,

Sinto muito pelo q está sentindo :(

Eu coleciono arrependimentos, erros (burradas mesmo) ao pto do ex dizer q não pode me oferecer aquilo q eu mereço... E mesmo assim eu insisto - tem coisas q a gente só aprende sozinha.

Vc chegou no seu limite, terminou e agora está vivendo o outro lado... Ninguém disse q seria fácil. Ouça o seu coração, avalie os prós e contras (faça listas no papel se for preciso - rs) e seja feliz, sempre!

Bjos,

Amanda

Ana Lúcia Reara disse...

Sou do time da Luana!
Oxe, que nunca voltou atrás que atire a primeira!!!
Mas primeiro, avalie, veja se vc nao tá mesmo arrependida

Marlise disse...

menina o que é isso?
nao nao nao, vc nao pode dizer isso nao!!
caramba vc é fantastica, o magrelo nao te merece, nao agora nao nessa hora! agora vc merece VOCE, se amar, se gostar, ser feliz, olhar no espelho e ver a pessoa que vc realmente é e nao essa dai que vc ta achando que é!!Vamo levanta desse pc? ou melhor vamos ficar ai ouvindo uma musica boa...alegre...
vc merece ser feliz, vamo anima essa bodega aqui que ta muito down e vc nao é assim!!

Menezes Jorge disse...

seu blog é muito engraçado...rs

Devaneios de Mulher disse...

Oi vizinha...

Não fica assim não. Tudo passa mesmo!
Fiquei em um relacionamento um bom tempo também, antes de conhecer meu marido. Eu tinha medo de terminar por comodismo, mas era uma relação que me machucava muito!
Enfim, to aqui, sobrevivi, conheci o homem da minha, casei e tive duas lindas filhas!
O que é seu está guardado, entregue nas mãos de Deus.

Beijo, venha em casa tomar um café!

Tati

EricaLopes disse...

Tudo o que eu ia falar as danadas aí de cima já falaram na minha frente (oooo gente mal educada!!! rsrsrs)
Só uma coisinha: noto que vc precisa de areia, mar, sol, brisa da praia... então simbora pra cá que vc ainda tem direito a colinho!!!!!
Beijunda!

Saúde em Prática disse...

Olá Rebecca,

Força!!!

Parabéns pelo seu blog e por sua iniciativa de emagrecer. Apoiamos atitudes como essa!

Em nosso blog, oferecemos dicas que podem lhe ajudar no processo de emagrecimento. Passa lá e conheça... Ficaríamos muito satisfeitos em te-la como nossa seguidora.

Um grande abraço,
Priscila - Saúde em Prática

ALINE disse...

Vai sim por que o que nao nos mata nos fortalece...ta doendo tá vai doer muito mas vai passar..um dia vc acorda e sente que a dor nao esta mais ali....
Então nao fique em casa ponha uma roupa bonita e vai pra vida ...
bjs e conte comigo....

Quéroul disse...

dá cá um abraço...

=***

Lu disse...

Rebecca....
Que vc possa levantar, sacudir a poeira e dar a volta por cima!!!
Força na peruca!
Bjs
Lu

Lili Bolero disse...

Rebecca, às vezes calar é a melhor opção. Só queria que soubesse que estou na torcida para que vc fique bem. Com ele ou sem ele, o importante é manter o coração tranquilo. Nada do que eu diga vai te trazer paz. Lembre-se que o tempo é o melhor remédio. Beijokas.

Sentindo e pensando disse...

Querida, penso como a michele e a Gabi. E acho que você está apenas passando por uma fase de carência.
Quando a pessoa com quem a gente está não nos satisfaz mas também não chega a ser intolerável, temos a tendência de ir empurrando a relação com a barriga por simples comodismo. Dá trabalho ir à luta, dá medo, dá insegurança. Sem contar que um cobertor de orelha pra quem tava acostumado faz falta mesmo. Mas você prefere deixar escapar a chance de conhecer alguém que dê mnais certo com você e que tenha mais objetivos em comum somente por comodismo? Caso sim, então volta com o magrelo. Não te digo isso em tom de puxão de orelha, não, mas para que você reflita novamente no que você realmente pretende.
Magrelo e você viveram uma história legal, são amigos, e não se separaram debaixo de brigas ou situações traumatizantes. O fato de ele ser uma pessoa bacana não quer dizer que vocês estivessem funcionando como casal, lembre disso. O ser humano tende a se apegar ao que já conhece, já que o desconhecido assusta. Só que o mais difícil você já conseguiu, que foi terminar tudo (e pelo que você diz, magrelo continua naquela inépcia). Na minha modesta opinião, se voc^}e voltar, vai ser legal nos primeiros dias, mas depois você vai ficar de saco cheio do jeito paradão dele de novo e ficar pensando "mas onde é que eu estava com a cabeça?".
Bota os neurônior pra funcionar aí, ok? E se não quiser, não publique o comentário (já que eu tô descendo o pau no pobre do magrelo, rsrsrsrs) que eu prometo que não fico com raiva, tá?
Quero só tentar te ajudar a colocar as idéias em ordem. Beijos e conta comigo!

Gabi disse...

Eu estava escrevendo a resposta, mas ela virou um post e eu publiquei lá no blog. :)

bjs