terça-feira, 28 de abril de 2009

Preconceito

Dia!

Vamos direto ao assunto:
Tô triste, tô envergonhada...
Somente hoje consegui assistir ao video da Susan Boyle e confesso que me senti mal. Quantas vezes julgamos as pessoas sem as conhecer, não é? A mulher deu um show de talento, um show que ninguém imaginava que ela fosse dar. Quantas vezes somos tratadas da mesma forma por causa de nossa condição física, nosso credo ou nossa cor? Quantas vezes você foi a uma entrevista de emprego e não ganhou a vaga por estar acima do peso? Por julgarem que gordo é mole, que não tem agilidade? Não só isso. Quantas vezes um vendedor fingiu que não te viu quando você entrou numa loja que não tinha roupas que te servissem quando voce foi apenas comprar um presente pra uma amiga magra? Quantas vezes você já taxou um colega de gay só porque ele é educado demais? E se por acaso ele for gay, que diferença isso faz na sua vida? E quantas vezes o seu filho tomou batida policial por ser negro? Óbvio que não se pode banalizar, dizer que tudo é obra de preconceito, até porque nós sabemos quando estamos sendo vítima ou não.
Enfim, sabe o que me deixa mais triste? Provavelmente eu tambem teria rido da Sra. Susan, e não só eu, você tambem.


Ps1.: Você não teria rido da Sra. Susan? Parabens! Saiba que você é uma das poucas.
Ps2.: Não sabe do que eu estou falando? Clica aqui

Bjs!

12 comentários:

Gabriela disse...

É ... Acho que eu teria rido dela !

Bibi disse...

Vc escreveu isso? Rebecca também é cultura, tem um coração nobre .. que bunininha...

Mas vc teria rido mesmo dela hahaha, de quem você não ri me fala?

To mandando um e-mail pra vc mesmo não sabendo seu e-mail como pode isso?

Beijos

Valérie Roberto disse...

Sinceramente? Não sei se teria rido, mas ela mexeria comigo. O rosto dela é diferente, parecia que ela tem alguma Síndrome. Ficaria encucada tentando descobrir qual a Síndrome dela..rsrs Coisa de gente que estudou na área da saude.

O preconceito é enorme mesmo. Confesso que minha chefa ´me colcoa mais fé hoje do que quando tinha 16 quilos a mais. Já ouvi dela a dita frase: Fulano tem um rosto lindinho, mas é enorme de gordo. Detalhe: o enorme de gordo não era nem a metade de mim....

Mas to vencendo!!

beijocas

Gabi Gadelha disse...

Oi lindona,
esse lance de preconceito é fodaaaaa! eu me policio para evitar pensamentos dessa natureza, mas vez em quando acabo tendo um pensamento preconceituoso.
Quando me perguntam se eu gostaria de ter um filho homossexual eu respondo: quero ter um filho feliz, seja qual for a escolha dele. Ele sentirá na pele as dificuldades de ser quem ele é, mas isso é parte da vida, não é verdade?
Eu o apoiaria incondicionalmente.
Um super beijo

Selma disse...

é rebecca!
a gente sabe mto bem a dor de ser taxada de algo por causa de nossa imagem...engraçado que estava comentando isso com minha irmã hj e falavamos sobre o preconceito que o paulistano tem com os nordestinos, onde mtos nunca se quer pisaram em solos dessa região que ao meu ver e a terra em que mais se concetra a cultura que caracteriza o brasil e tantos talentos nos fazem ver como é bela nossa terra como ariano suassuna, jorge amado, chico scince e gilberto gil!
As vezes pelo exemplo de um a gente aplica como um todo e esquece de ver as qualidades que são evidentes ao nossos olhos!
Cada um carrega sua beleza é só pararmos de sermos preconceituosos e rotularmos tudo que vemos pela frente!

Adorei seus post!!!!!

bjos

selma
http://abatalha.zip.net

Tita disse...

Preconceito, infelizmente, existe em todo lugar, por qualquer motivo.
Já havia visto este vídeo e o considero simplesmente maravilhoso, lindissimo, estupefante. Pode ser raridade, mas eu não ri e toda vez que vejo esse vídeo, termino ele chorando, pois sempre me emociono.
Agradeço-te por ter-me feito revê-lo, ele é para mim sempre uma lição de vida.
Beijocas

Paty Roberta disse...

Prá ser sincera, acho que não teria rido dela não, mas com certeza eu a olharia com pena, achando que ela nem deveria estar ali.
É bom que essas coisas aconteçam, para que paremos de fazer julgamentos precipitados. Você tem razão: dá vergonha!

Beijão...

Pri - de Lacinho disse...

Proconceito é uma merda!

No sentindo da própria palavra mesmo: pré conceito... Olhar uma pessoa e já taxá-la de algo, empacotar a pessoa numa determinada classificação...
É com aparência, cor, religião, peso, altura, idadeeee...

Acho que preconceito vem, de quando você olha pra uma pessoa, e por qualquer motivo, se acha melhor que ela. Horrível né?

Acho que todos são um pouco, até os que sofrem preconceito tem preconceito... é humano será? Sei lá.

Ótima reflexão viu!

bjossss

mirian disse...

Ola... vim conhecer o seu cantinho e aproveito para dizer que realmente é dificil para alguem por fé nesta senhora.... mais ela mostrou que nem sempre os olhos veem a alma, mais os ouvidos sim .... e mostrou ainda mais, que nunca é tarde para correr atras dos sonhos e que não importa o que os outros digam ou pensem, temos que tentar!
Força na sua luta,
Bjs....

Dani disse...

Perfeito seu comentário, realmente o ser humano é cheio de pré conceitos sobre tudo, isso é péssimo, eu já sofri preconceito por estar acima do peso, entrei numa loja e a vendedora me falou que a loja de tamanhos especiais ficava na esquina, imagina, quase morri, sabe quando vc quer que um buraco se abra e vc caia pra dentro? foi isso que pensei no momento e sai de lá chorando! Vou te linakr no meu bloe ok?!

Carolissima disse...

Pois é, amiga!! O pré-conceito realmente é um mal do qual não estamos imunes... Snif...
Como anda a RA?
Bjkkk

Anônimo disse...

Então leia o livro de Victor Hugo - Os Miseráveis... a música se encaixa perfeitamente bem na passagem que Hugo escreveu. Todos ser humano, de uma ou outra forma, enfrenta preconceito. Mesmo uma mulher loira, de olhos azuis, americana, advogada bem sucedida, professora universitária confessou a público o preconceito que enfrentou em várias situações: 1. por ser mulher qdo em meio a homens; 2. por ser baixinha e gorda... e por aí vai. Detalhe: ela dirigia uma Mercedez, usava um relógio Seiko e por aí vai. --Lisa