terça-feira, 10 de maio de 2011

Salvador

Buenas!!!









Tão bom um micro novinho... Ai ai...
Então, Salvador é quente, muito quente!!! Um calor de quase 30 graus e o povo falando que tava fresquinho... Risos!!!


Bom, sou suspeita pra falar da Bahia. Amo Porto Seguro, Arraial D'Ajuda, Trancoso, Ilhéus... Enfim, vamos a MINHA EXPERIENCIA em Salvador.



Chegamos no aeroporto por volta de 17h. Pegamos um ônibus pra Barra e pasmem! Quase 2 horas de trânsito (Tão bom morar em São Paulo, vocês não imaginam como o trânsito de São Paulo é bom se compradaro com Salvador).


Chegamos na Pousada O Ninho e nos instalamos num quarto não muito arejado e fomos pro Shopping da Barra jantar. Shopping grande, bonito com uma praça de alimentação minuscula e comida cara mas tudo bem! Sorria, você está na Bahia!



Dia seguinte nos trocaram de quarto, nos colocaram num quarto maravilhoso, bem arejado... Fomos pra praia da Barra, um minutinho do hotel. Eu adorei a praia. Piscina natural, que legal! Mais ou menos 13:30 começa a chover e voltamos pro hotel, chegando la, a chuva para. Fomos conhecer o Pelô. Ônibus até a Praça da Sé. Decidimos passar no Pelourinho na volta, então descemos o Elevador e fomos ao Mercado Modelo. Fizemos umas comprinhas e rumamos a Sorveteria da Ribeira, mais 1 hora de trânsito até lá... Nisso já era noite. Experimentei o melhor sorvete de todos os tempos, uma bola de cupuaçu e uma bola de doce de leite. Delicia!!!! Pensei que a sorveteria fosse pertinho da Igreja do Bonfim mas moradores nos alertaram a ir de ônibus (hahaha) porque lá é tudo muito perigoso. Pegamos outro ônibus e fomos até a Igreja do Bonfim que claro, já estava fechada. Detalhe que subimos pelo lado esquerdo e tinha um cheiro de coco insuportável. Sentamos na escadaria pra descansar um pouco quando duas baianas pararam a gente pra perguntar pra onde íamos, ficamos sem entender mas falamos: Pro Elevador. Elas indicaram o ponto de ônibus e pediram pra gente ir. Risos! O lugar é perigoso pra três moças ficarem conversando. Chegando no ponto de ônibus, perguntamos pra 3 moças como fazíamos pra chegar no Elevador e elas disseram que aquela hora o Elevador não estava mais funcionando, eram 21h. Ficaram boquiabertas por estarmos aquela hora na rua e sozinhas. Nos aconselharam a ir pro hotel e de lá não sair mais, só sairmos no dia seguinte. Depois perguntaram onde ficava o hotel e nos informaram que daquele lugar tinha um ônibus direto. Ufaaaa! Chegamos ao hotel por volta de 23h e fomos jantar numa Subway pertinho.

Dia seguinte resolvemos ir ao Farol da Barra tirar fotos, chegando lá vi o ônibus que Selminha e LuRussa tinham falado, o Salvadorbus. Voltamos pro hotel, arrumamos as coisas (tinhamos que deixar os quartos às 12h) e fomos pro passeio. Imagina onde esse ônibus passava... Pelourinho, Mercado Modelo, Sorveteria da Ribeira (ebaaaa!), Igreja do Bonfim, Dique de Tororó. Ou seja, tudo o que tinhamos visitado no escuro. Hahahahahaha! Devido ao pequeno transito que existe em Salvador, retornamos ao hotel às 17h. Veja bem, entramos no onibus as 11h e só terminamos o passeio as 17h. Gente, muito trânsito MESMO! Muuuuuito mais que em São Paulo porque aqui temos horários de pico e lá tem trânsito o dia todo, até no sábado. Bem, deixamos o hotel às 18h e fomos pra outro hotel em Piatã. Imagina, mais trânsito. 2h depois chegamos em Piatã e ninguém conhecia o hotel que ficariamos, nem a rua, nada! Enquanto subiamos uma ruazinha, perguntamos pra uma moça sobre o hotel, ela nao conhecia mas disse pra andarmos rápido e não pararmos de jeito nenhum porque ali é muito perigoso (affff, novidade...). Ligamos pro hotel e a moça foi nos buscar porque sinceramente, não aguentavamos mais procurar. A pousadinha é uma gracinha, se chama Casa Orquidea. Nunca vi um lugarzinho tão charmoso maaaas, não tinham quarto triplo. Como assim? Tinhamos reserva pra um quarto triplo. Enfim, aceitei ficar em outro quarto porém não tinha televisão... Aí não deu, né? Ficamos num hotelzinho pertinho daquele, o Praia Dourada. Hotelzinho economico, 95 reais a diaria pra nós três. Ótimo! Ótima localização, ótimo atendimento, ótimo recepcionista negão, ops! Ah! Atras de um Habib's. Perfeito, fome não passariamos.


No dia seguinte, praia e somente praia. Fomos pra Itapoan. Gente, praia lindissima. Dificil achar um lugarzinho sem muitas pedras (a beleza da praia, na minha opinião é justamente as pedras) pra entrar na água mas achamos o nosso espaço. Risos! Almojantamos as 17h e voltamos pro hotel. Passeamos na pracinha, comemos salgados na padaria e sonoooooo!


No domingo já era dia de voltar pra casa. Só demos uma passadinha na praia de Piatã pra tirarmos foto e irmos embora. Contratamos traslado pro aeroporto porque ninguém merece esperar ônibus (que demora demais) e pegar trânsito (trânsito? Magina... Risos).


Almoçamos no aeroporto, restaurante Carambolas, super recomendo.

Cheguei em casa e morri. Ressuscitei só ontem.


Considerações


Pelourinho: Muitos pedintes, não ficamos nem 10 minutos. Eles querem porque querem que a gente coloque uma fitinha do Bonfim no braço. Diziamos não, obrigada! Mas mais adiante vinha outro e outro e outro. Uma mulher xingou a gente.


Elevador Lacerda: Pra gente é turistico mas basicamente liga a cidade alta a cidade baixa. 5 segundinhos e ja estavamos embaixo. Eu curti. De verdade, eu curti. Dá um friozinho na barriga. Risos.


Mercado Modelo: Normal. Um monte de barraquinhas de artesanato.




Igreja do Bonfim: A Igreja é linda, desenhos no teto, classe A mas chegar até lá pela pracinha é, como dizer, um caminho fedido. Amarramos as fitinhas e boua!


Sorveteria da Ribeira: Delicia, gente! Amo sorvete e aquele é divino!


Farol da Barra: Vista linda!


Praia da Barra: Linda, com piscina natural.


Praia de Piatã: Bonitinha.


Praia de Itapoan: Achei linda também, as pedras dão o charme.


O que achei sobre o povo (com exceções, é claro!): Em geral o povo é mal educado. Nos comércios que passamos, eles nos atendiam com conversinhas paralelas. Jogavam o dinheiro no balcão. A gente agradecia e eles viravam a cara. Fui a um posto de gasolina comprar cigarros, falei boa noite, entreguei o dinheiro e pasmem, o garoto jogou o cigarro no balcão, jogou numa educacao inglesa que o maço de cigarros caiu no chão. Acha que ele pediu desculpas? Imagina, abaixei, peguei o cigarro e o troco ja estava no balcão. Achei, sinceramente, que o povo não gosta muito de turista, embora eu ache que se não fossem os poucos turistas, Salvador estaria perdida. Mais uma vez, com exceções, não é todo o povo soteropolitano que é mal educado. Ah! Já ia me esquecendo, tem sim cheiro de xixi proximo ao Mercado e ao Elevador Lacerda. Na orla da Barra, tinha muito coco e um ratão morto na calçada em frente a uma lanchonete... Não se deram ao trabalho nem de tirar o ratão dali.


Atravessar a rua é missão quase impossível. Os carros, os muitos carros, ultrapassam o farol vermelho de boa, como se fosse a coisa mais natural do mundo.


Enfim, Salvador é uma cidade muuuuuuito bonita mas também muito mal cuidada. Aê governantes, tá na hora de fazer alguma coisa por Salvador e pelo povo de lá, né?


Se eu volto? Sinceramente não sei. Só se for pra ficar na Barra e fazer o trajeto: Praia-hotel-praia. Ah! hotel-Sorveteria da Ribeira-praia-Sorveteria da Ribeira-hotel. Hehe!






E foi isso!

Bjs!

16 comentários:

Luana disse...

Eu disse para vir a João Pessoa... hauahauahauahauha

=P


Bom, pelo menos trânsito não tem! ^^

Bjooos

Rita disse...

Rebequinha, td bem?
Engraçado, nunca fui a Salvador, mas sempre tive a impressão q seria td q vc descreveu acima.. Tipo Ó Pai Ó...
POr td, as fotos são lindas...
BJs

Giovana disse...

rsrs...vc é muito engraçada...eu acho que eu já falei isso aqui...é naturalmente engraçada...então quanto a SAlvador...eu amooo..sou apaixonada, e então eu não consigo ver os defeitos...bjos

Alps Tatuí disse...

Eu também achei o calor de Salvador algo sobrenatural, especialmente à noite, não dá pra se vestir bem em Salvador...rsrsrsrs

Mas a vista da Barra e Itapoã, são as melhores !!! achei os lugares lindos.

O Pelourinho é aquilo mesmo, umas ruelinhas e pronto, também fiquei pouco tempo lá, não tem o que ver. Mas não fui incomodada por ninguém não, talvez tenha tido sorte..rsrs

Esse ônibus eu peguei justamente no meu primeiro dia - para eu ter uma noção da cidade como um todo e ver os pontos turisticos no geral...Só depois eu conheci melhor tudo.

bjoss!

LuRussa

New Life... disse...

Nossa, que post legal!!! Me deu uma vontade de viajar... hehehhe!! Adoreiiii.. Bjinhos!

Midi disse...

Rebs, agora que vc já falou, posso dizer.A minha vontade de conhecer Salvador sempre foi ZERO.Já ouvi muita coisa parecida de lá e umas ainda piores...
Enfim...pelo menos vc tomou um sorvete delícia né? uhaushauhsuahsuhsua
beijos nega!

Lucy Britto disse...

Olá rebecca viajar é sempre muito prazeiroso e temos mesmo que conhecer o nosso país
e que bom que vc conseguiu descrever aqui exatamento que sentiu de Salvador
nem sempre ouvimos boas coisas de lá
mas as paisagens são lindas mesmo bjs...

Manu Costa disse...

Gente!! Valia a pena você comprar uns potões de sorvete e sair correndo pra nunca mais voltar!! spakaospkas Nunca tive vontade de conhecer Salvador, agora muito menos.

Devia ter ido pra Floripa. :P

Miss Me disse...

hahahaha adorei 'viajar' com vc...sinceramente nao sei se quero ir a salvador depois de tudo que li.

Thais - Thaisas disse...

Re, eu fui a SAlvador e tive absolutamente a mesma experiência. Salvador so é bonita na foto, pq ao vivo é uma tristeza.

Sarinha disse...

Viuuuuuuuuuuuuuuuuuuuu eu disse pra vir pra vitoria vc num quis. rs*
pois é to com o pé bixado, o que me fez não ir na academia hoje, mas to no gelo né... tomara q amanhã amanheça otimo !

Beijokas !!!

Lilith disse...

eita, nem colocou um post em homenagem a Gabi hoje? rsrsrs
to indo para Minas, volto sexta!
bjs

Ana Lúcia disse...

Ê, vidão!!! Q fotos lindas, Rebequíssima!!!!
Bom que vc aproveitou bem, hein!?
Sou rata de praia!!! kkkkkkkk Qdo viajo já pulo pra areia!
Mil beijos, brigada pela força!!!
E micro novo é o que há, né!?
hehehehe

Sarinha disse...

olhaaaaaaaa não aceitou meu comentario =/

Gordinh@ Safad@ disse...

Oi querida, respeito a sua opinião, mas parece que vc não enxergou quase nenhuma coisa boa aqui da minha terrinha não é?
Caraca!! Vc só viu defeitos?
Impressionante que vc diz que Salvador recebe poucos turistas. Mas não é isso que os números indicam, durante todo o ano, Salvador recebe inúmeros turistas. A cidade fica atrás apenas do Rio de Janeiro em termos de procura. Que no verão recebe aqui mais de 2 milhões de turistas.
Dizer que o trânsito de Salvador é pior que o de São Paulo? Ôxente! Nunca ouvi ninguém falando isso!
Mas será que é só em Salvador que não podemos andar sozinhos tarde da noite?! Pelo que vejo a violência está em td lugar!
Desculpa querida, amo a minha cidade! Sei que ela é cheia de defeitos como TODAS AS OUTRAS! Não existe nenhuma perfeita. Me desculpa ai, mas não consegui ficar calada. Outra coisa, destes dois milhões de pessoas que recebemos no verão, de acordo com as pesquisas, são turistas que voltam quase todos os anos, se fosse tão ruim assim como vc diz, eles voltariam? Acho que não.
Espero que um dia vc volte, mas que pelo menos tente enxergar um pouco melhor as nossas coisas boas, pois temos coisas ruins por aqui, mas com certeza as coisas boas superam e muito.
Só deixando a minha opinião, sem desavenças ok?
Obrigada!

Deise disse...

Olá, passeando pelos blogs encontrei o seu, estou te seguindo..
Ah próposito a paulista aqui q mora em Salvador há exatos 12 anos e tem 3 filhos soteropolitanos, te digo q vc não conheceu nem metade...Amo a cidade(a orla)pq aqui salvo algumas excessões realmente é tudo isso q vc falou, de beleza mesmo só a orla...O povo é muito mal educado, não só com turistas mas com os filhos da terra tbém infelizmente...Não vejo a hora de regressar a minha São Paulo querida...to te seguindo, bjs!